Desconstrução

Desconstrução  –  Lucinete Martins
Dicionário: processo seletivo de desmantelamento; de recuperação de materiais da construção; reutilização e reciclagem de materiais para perda; minimizar resíduos. Desenvolver soluções.
Construtores: são os que permitem a desconstrução e viabilizam a construção
Filosófica: nem método, nem disciplina, mas uma revolução intelectual. Desconstruir não é destruir; é re-interrogar os pressupostos para abrir a partir daí as significações. Desta forma o filósofo colocou em uso seus conceitos e suas categorias mais seguras para relançar o sentido e a precária verdade. A desconstrução não é a destruição, mas sim a substituição pelo “logos” que está baseado na verdade “ETERNA”. Significa a desmontagem/decomposição, isto é, descobrimento de partes que estão dissimuladas e que impedem ou interditam certas condutas.  (Jacques Derriba)
Podemos investir estudos e atitudes na desconstrução da identidade; do olhar; do intelecto (conhecimento); da religião; da política, da família; da felicidade; etç…
DEUS ESTÁ DE MUDANÇA
O que Deus levaria com Ele?
O que Deus não levaria com Ele?
 Pra onde Deus iria?
 
A CASA DO OLEIRO:
Jr. 18:2, 6 = “Disse o Senhor a Jeremias: dispõe-te e desce à casa do oleiro”.   A Porta da Casa do Oleiro era limite com o Vale de Hinon = lugar onde se erigiu altar a Moloque, cuja finalidade era oferecer sacrifícios de crianças vivas, que eram colocadas numa chapa de bronze aquecida pelo fogo. A palavra Tofete está ligada a tambores que eram batidos afim de aplacar o grito dos pequeninos. Posteriormente ficou conhecido como lugar de Matança ou Lugar de Monturo que quer dizer lugar de decomposição. (Jer 7:29-32; 32:33-35; Ne 2:13)As 30 moedas que Judas recebeu em troca de Jesus, foram utilizadas para comprar essa região que tinha sido dominada pelos romanos, e tornou-se cemitério de forasteiros (Mt 27:7)
O Vale de Hinon era lugar de sacrifícios, lágrimas e morte.  O deus Moloque exigia pra si a vida… então se morre … sem realizar com o outro, sem sentir a doçura do crescer e do partilhar, do sonhar e conquistar…. a morte é lenta mas certeira.
Decisões do Oleiro: Jr. 19:1,2 = Deus ordena ao profeta comprar uma botija (peça cara daquelas que não podia ser refeita).
strong>Qual a finalidade de uma botija? Manter-se cheia ou vazia?   Ou manter-se disponível para ser enchida e esvaziada… pelo oleiro.    Em Lm.4:2, nas mãos do oleiro, qualquer material de prata ou de ouro é considerado como barro.
A Casa do Oleiro era lugar de restauração, reconstituição, de oportunidade para recuperar funções, rever finalidades, renovar objetivos. O Fundamento é a pessoa de Deus, Sua vontade e decisão de amar, perdoar, abençoar, guardar, proteger e convocar a uma parceria até a eternidade. E pra isso deu Jesus Cristo como o Caminho, a Verdade e a Vida.
O Pai nos chama à Casa do Oleiro afim de repensar quem devemos deixar de ser:
Diante dos Caminhos que temos escolhido andar,
Diante da Verdade que temos assumido: a Dele e a nossa;
Diante da Vida que temos recebido: tempo e conteúdo
 

  • Crenças falsas da educação que recebemos dos genitores, da religião e do meio social onde fomos criados: impede o crescimento pessoal e o desenvolvimento da inteligência emocional
  • Medo e sentimento negativo causado por decepções com pessoas próximas: promove a desconfiança e impede o desenvolvimento de boas amizades
  • Ilusão mórbida (decisão de não enxergar verdades que estão estampadas em situações quando envolvem sentimento e sonhos pessoais): erros e embaraços repetitivos que incapacitam a pessoa de ser livre no amor
  • Falta de desempenho profissional e financeiro: fazer o que não dá prazer ou viver incoerentemente mata a perspectiva de bem estar e paz interior
  • Ineficiência relacional (pais, cônjuge, filhos e amigos) dificuldade na aproximação ou intromissão exagerada com falta de bom senso: relações que não são duradouras quando testadas pela aflição da vivência diária. 
  • Imaturidade espiritual: a fé é rasa e se altera na primeira aflição; a santidade é ritualista e negociável diante do interesse momentâneo; o conhecimento da Palavra é terceirizado não há busca na fonte; o culto é de acordo com o “eu”; a comunhão é conveniada a benefícios e distorcida sem compromisso com a vida;
  • Marcas do passado que aprisionam a alma para um viver mais rico consigo mesmo e com os outros.

 
                                    DEUS ESTÁ DE MUDANÇA!
O que Deus não levou será demolido!
Por Lucinete Martins

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s