Buscando o Reino de Deus

“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo entendimento, guardará o coração e a mente de vocês em Cristo Jesus.” NVI-Filipenses 4: 6 e 7
O texto contém duas ordenanças: 1) não andarmos ansiosos, e 2) apresentar nossos pedidos a Deus. E uma promessa: a paz de Deus guardará o nosso coração e a nossa mente em Cristo Jesus.

O que é Ansiedade?
Definições nos dicionários não técnicos: aflição, angústia, perturbação do espírito causada pela incerteza, relação com qualquer contexto de perigo, entre outros. Devemos entender ansiedade como um fenômeno que ora nos beneficia, ora nos prejudica, dependendo das circunstâncias ou intensidade, e que tornar-se patológico, isto é, prejudicial ao nosso funcionamento psíquico (mental) e somático (corporal). A ansiedade estimula o indivíduo a entrar em ação, porém, em excesso, faz exatamente o contrário, impedindo reações.

Causas
Ansiedade e o medo, não surgem na vida da pessoa por uma escolha. Acredita-se que vivências interpessoais e problemas na primeira infância possam ser importantes causas desses sintomas. Além disso, existem causas biológicas como anormalidades químicas no cérebro ou distúrbios hormonais. Ansiedade é um estado emocional que se adquire como consequência de algum ato.

Sintomas de Ansiedade
Os transtornos da ansiedade têm sintomas muito mais intensos do que aquela ansiedade normal do dia a dia. Eles aparecem como:
• Preocupações, tensões ou medos exagerados (a pessoa não consegue relaxar);
• Sensação contínua de que um desastre ou algo muito ruim vai acontecer;
• Preocupações exageradas com saúde, dinheiro, família ou trabalho;
• Medo extremo de algum objeto ou situação em particular;
• Medo exagerado de ser humilhado publicamente;
• Falta de controle sobre pensamentos, imagens ou atitudes, que se repetem independentemente da vontade;
• Pavor depois de uma situação muito difícil.

Tratamento de Ansiedade
Existem três tipos de tratamento para os transtornos de ansiedade:
• Medicamentos (sempre com acompanhamento e receita médica);
• Psicoterapia com psicólogo ou médico psiquiatra;
• Combinação dos dois tratamentos (medicamentos e psicoterapia).

Jesus ensinou aos seus discípulos que a vida deve ser vivida sem ansiedade e centralizada no Reino de Deus, conforme Lucas 12:22 – 34, porque:

a) v.23 – a preocupação com bens materiais é tolice, porque a vida em si é mais importante;
b) v.24 – Deus vai cuidar da nossa própria vida como Ele cuida das aves;
c) v.25 e 26 – a ansiedade não leva a nada;
d)v.31 – como herdeiros das riquezas do reino de Deus, não devemos preocupar com detalhes terrenos.

“Busquem, pois, o Reino de Deus, e essas coisas lhes serão acrescentadas.”
Lucas 12:31

Procurando compreender este ensino de Jesus, chegou às minhas mãos o livro Renovando todas as coisas, do escritor Henri Nouwen, católico holandês, teólogo e padre. Neste livro ele faz uma reflexão muito apropriada para a sociedade dos nossos dias. Enfocando seu desejo profundo de viver uma vida espiritual, como também, uma grande falta de clareza quanto ao seu significado e à sua prática.
São palavras de Henri:
“Uma característica da vida moderna é ser ocupado.
Ser ocupado e ser importante parece ser a mesma coisa.
Embora muito ocupados, vivemos, também, sob a permanente impressão de que nunca realmente cumprimos com as nossas obrigações.
Porém, mais escravizantes do que nossas ocupações, são as nossas preocupações.
Estar preocupado significa preencher o nosso tempo e o nosso espaço antes de os vivermos.
As nossas ocupações e preocupações preenchem até os limites a nossa vida exterior e interior. Elas impedem o Espírito de Deus de respirar livremente em nós e, assim renovar as nossas vidas.
Ocupados e preocupados com tantas coisas, raramente nos sentimos de fato satisfeitos, em paz ou à vontade. O que nos leva a vários sentimentos, sendo os mais significativos: tédio, ressentimento, depressão e solidão. A experiência de estar farto e, não-saciado, toca a muitos de nós até certo ponto, em algum momento.
Em nosso mundo altamente tecnológico e competitivo, é difícil evitar as forças que enchem o nosso espaço interior e exterior, e que nos desligam dos nossos “eus” mais íntimos, do nosso semelhante, e de nosso Deus.
Uma das características mais notáveis da preocupação é que ela fragmenta as nossas vidas. As múltiplas coisas por fazer, por pensar, e por planejar nos dividem e nos desconcentra.
As preocupações nos levam a -estar em toda parte- mas raramente em casa.
Esse “Tudo o mais…” leva-nos para tão longe de casa que chegamos a nos esquecer do nosso verdadeiro endereço.
Jesus responde a essa situação de estarmos fartos, e no entanto não-saciados, em todos os lugares e nunca em casa. Ele quer nos levar para o lugar ao qual pertencemos.
Mas só iremos ouvir seu convite quando nos dispormos a confessar com honestidade que levamos uma existência sem lar e desejando reconhecer os efeitos desse fato sobre a nossa vida diária. Só então pode desenvolver-se em nós o anseio pelo nosso verdadeiro lar.
É desse anseio que Jesus fala quando diz: “Não vos preocupeis… Buscai em primeiro lugar o reino de Deus… e tudo o mais vos será dado”. Ou seja, ouça o Espírito que habita em você. Faça disso o centro, a prioridade.”

Voltando ao texto inicial:
“Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graça.
E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.” Filipenses 4: 6-7

Posso perceber que a vida de oração é o remédio, ou melhor a vitamina que me manterá em condições de viver a vida que Jesus quer que eu viva.
Romanos 8:26 confirma a nossa realidade: “Não sabemos como orar , mas o próprio Espírito intercede por nós…”
Em Gálatas 5:25 somos advertidos da seguinte maneira: “Se vivemos pelo Espírito , andemos também pelo Espírito”.
Quando me disponho sinceramente, com todas as minhas forças, com todo o meu coração, a buscar esse relacionamento íntimo com o Espírito Santo, Deus que vê e sabe tudo que se passa no meu íntimo, conforme está escrito em Salmos 139:13 “Tu criaste o íntimo do meu ser”, cumpre sua promessa de guardar em paz o meu coração e minha mente em Cristo Jesus. Então posso obedece-lo, vivendo sem ansiedade, buscando em primeiro lugar o seu reino. Amém.

Joana D’Arc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s