A.T: Estudo 17

ESTUDO  17:

A VOLTA DO EXÍLIO – Oração e restauração:

I –  História:
Quando o povo de Deus foi levado cativo para Babilônia,  Deus havia dito por intermédio de Jeremias que seriam setenta anos de cativeiro. (606 a 536 a.C.)
Quando completaram os setenta anos, a Pérsia havia conquistado Babilônia, e, Ciro,  o primeiro rei persa autoriza a volta dos judeus para a sua pátria.
Houve três regressos:
1º) –  536 a.C. – Zorobabel:   Voltaram 49. 897 pessoas  sob a liderança de Zorobabel. Este era da descendência real de Davi. Deus fala a respeito dele através de Ageu (um dos profetas pós-exilio) –“Coragem, Zorobabel, Eu o tenho escolhido. Coragem povo da terra, eu estou com vocês, conforme minha aliança, o meu Espírito habita entre vós.” Esdras 2:64
O povo não volta para sua terra com independência política.  O próprio rei Ciro institui Zorobabel como governador da terra de Judá, para restaurar o templo. (Esdras 1)
2º)  – 458 a.C.-  Esdras: O rei Artaxerxes envia Esdras de volta à Judá com mais 1.754,  homens, para restaurar o culto, dizendo: “E tu, Esdras, com a sabedoria que o teu Deus te deu, nomeie juízes para ministrar a todos que conhecem a lei do teu Deus; e aos que não conhecem, tu deverás ensiná-los.” (Esdras 7:25)   Pois no verso dez diz que ” Esdras tinha disposto o coração para buscar a lei do Senhor, para a cumprir;  e, para ensinar em Israel os estatutos do Senhor.”
Esdras era um sacerdote, e de volta a Jerusalém, nomeia sacerdotes e levitas, e, chama o povo a relembrar as tradições da aliança, a cultuar e a adorar.
3º) – 444 a.C. – Neemias:  Neemias, copeiro do rei Artaxerxes, é enviado, como governador, para reconstruir os muros da cidade de Jerusalém, que ainda estavam em ruínas, e o povo vivia em meio a muita miséria.
Os inimigos dos judeus, que viviam entre eles, se opuseram à reedificação dos muros, mas o povo  se dispôs, e o muro foi concluído em apenas 52 dias. (Neemias 6:15)
Em tudo que temos visto na história de Deus com o seu povo,de todos os tempos, sempre estão presentes os elementos fundamentais deste relacionamento: Revelação – a fala de Deus com o homem; e  Oração – a resposta do homem a Deus.
Nessa volta do exílio de Babilônia à Sião há um movimento de oração em todos os momentos desse processo.  Isso aponta para um povo que sabe que pertence.  Um povo, cujo Deus, ouve.

II – As Orações:

1.        A oração de Daniel – Discernindo o tempo e o propósito (Daniel 9:2-3 e Dn 9:18-19)

 Quando Daniel entendeu, ao ler os profetas, que o tempo de cativeiro seria setenta anos e já estava se cumprindo, então, voltou-se para o Senhor buscando-o com oração, súplicas e jejuns. 
Quando foram levados cativos, há setenta anos atrás, houve também clamor e oração, mas o Senhor não os atendeu.  Não era o momento de Deus de libertar, mas de tratar. 
Já ouvimos muito que a oração não muda Deus, mas entendemos que Deus quer operar através da oração do seu povo. Havia uma promessa, mas Daniel entendeu que Deus queria o seu envolvimento. Esse era o tempo certo de clamor.
No grego têm dois termos para a palavra “tempo”: Chronos – tempo geral, cronológico;  e,  Kairós – é o tempo estratégico, o momento oportuno.
O que deve motivar a oração não é apenas as nossas ansiedades, aflições e perigos, mas a oração deve fluir do relacionamento e intimidade com Deus.
Devemos nos aquietar e deixar que o Espírito nos leve a orar conforme o coração do Pai. Daniel “discerniu o momento profético”, e, “lançou a rede” debaixo de uma palavra empenhada por Deus.

2.        A oração de Esdras – Não há restauração sem confissão.

Esdras confessou o pecado do seu povo, e disse: “ Meu Deus, estou confuso e envergonhado…a nossa culpa cresceu até os céus.    …Agora, que diremos depois disto…pois deixamos os teus  mandamentos.” Esdras 9:6-15
O povo, juntamente com Esdras, se quebrantou diante de Deus, e em Esdras 10. 1 diz que “o povo chorou com grande choro”, e renovaram a aliança com Deus, de andar em seus caminhos.  O arrependimento não é só chorar, é também mudar de atitude.
Em Romanos 8:1 diz que não há mais condenação para os que estão em Cristo, mas a bíblia deixa claro que é fundamental confessar nossos pecados.
Ler:  Salmos 32:1-5;   I João 1:9

3.        A oração de Neemias:   Buscando o favor de Deus em tempos difíceis.

Neemias era um homem de oração.  Antes de falar, agir, buscava a direção e o favor de Deus.  Neemias 1:4;   2:4;   4:4-9;   6:9,14
– Ele ficou quatro meses em oração antes de fazer o pedido ao  rei Artaxerxes, para ir a Jerusalém reconstruir a cidade.  Neemias 1:1  e  Ne 2:1
– Diante da zombaria, oposição e armadilhas dos inimigos, ele buscava de Deus estratégias naquela luta  –  “…Cada um com uma das mãos fazia a obra do muro, e com  outra segurava a arma.”   E, “Deus sempre frustrava os intentos dos inimigos.”(Neemias 4)
Em 52 dias o muro ficou pronto, e todos viram que a mão do Senhor fez aquilo.

 III-   A Oração e a vontade de Deus:
O clamor não atendido traz frustrações, e muitas vezes confusões.
Porém, na promessa de Jesus em João 14:13 e João 15:7 , de que “tudo o que pedirdes em meu nome, isso farei”   e …”pedireis o que quiserdes e vos será feito,  está num contexto muito claro de total dependência e intimidade com  o tempo e propósito de Deus.   “Permanecei em mim e na minha Palavra…”Sem mim nada podeis fazer.” …” e, tudo é  “a fim de que o Pai seja glorificado.”
É fundamental nossa dependência do Espírito para orar conforme o coração do Pai, e nos modelos de Daniel, Esdras e Neemias, respectivamente, como segue:
1–  Discernindo o momento de Deus;
2–  Sensíveis contra o pecado, prontos para o quebrantamento e confissão; 
3- Clamando em tempos difíceis, crendo no Deus soberano e bondoso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s