N.T: Estudo 05

ESTUDO 5:

 ARREPENDEI-VOS, POIS, E CONVERTEI-VOS

I-       Fé e Arrependimento:

 O pecado trouxe morte, separação, inimizade, punição eterna. Tudo se corrompeu e se fez velho. Porém, pela morte de Jesus, Deus nos concede a salvação individualmente.
 Tudo acontece por amor e iniciativa de Deus (graça), e uma resposta do homem (fé e arrependimento).  Essa resposta do homem é possibilitada pela misericórdia de Deus, uma vez que “fé é dom de Deus” (Efésios 2: 8,9), e “a bondade de Deus é que nos conduz ao arrependimento.” (Romanos 2: 4)
 “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para serem cancelados os vossos pecados.”     
Arrependimento é uma sincera tristeza pelo pecado, um compromisso de mudar de atitude, renunciando ao pecado, e decidindo obedecer a Cristo.
A fé em Cristo Jesus para salvação tem que ser acompanhada de arrependimento. Não há conversão sem arrependimento, porque a conversão é a mudança de rumo gerada pelo desejo de afastar do pecado e seguir a Cristo.

É pertinente enfatizar a necessidade do verdadeiro arrependimento em nossos dias, tendo em vista muitas pregações “evangelísticas” convidando pessoas a crerem em Jesus para serem curados, felizes e prósperas. Segundo Richard Baxter em o livro “Quebrantamento”, muitas pessoas se consideram religiosas, ou crentes, porque mudaram de opinião, denominação e costumes, mas, “fazem de Cristo apenas um servo dos seus interesses, e buscam os céus apenas como uma reserva para quando nada mais lhes restar na terra.”
O arrependimento gerado em nós pelo Espírito é “uma apreensão profunda e sólida da hediondez do pecado… e de nossa própria ruína por causa do pecado; e, de nos julgarmos indignos da menor misericórdia da parte de Deus.”
 A fonte disso está num encontro com o próprio Deus e sua santidade, e numa visão de Cristo crucificado.

II-       Crendo com o coração e confessando com a boca:

Romanos 10: 9 e 10 –   “Se com a tua boca confessares Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo.  Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação.”
Um relacionamento se inicia, e também se alimenta, com a comunicação. Deus sabe quando nosso coração creu em Jesus como o Salvador e o recebeu como o Senhor, mas Ele nos instrui a colocar isso em palavras diante d’Ele, dos homens, e das trevas.
Esse momento é precioso, confirma o estabelecimento de uma nova aliança. As coisas velhas estão ficando para trás, e uma nova vida com Deus se inicia, e o nosso confessar dá testemunho disso.
 

III-               Coração confiante e quebrantado  –  uma atitude constante:

 Embora a fé e o arrependimento marquem o começo da vida com Deus, isso não se limita ao evento da conversão, mas são atitudes de coração que permanecem por toda a vida cristã.
O andar com Deus requer, em todo tempo, arrependimento – coração sensível ao pecado; e, fé – certeza do que não se vê, e convicção daquilo que se espera em Deus.
A Palavra diz: “Sem fé é impossível agradar a Deus”  e  “O justo viverá por fé.”
Deus sempre acolhe um coração quebrantado, e a promessa pra aquele que crê é que ele não será confundido nem envergonhado.
Salmos 51: 17;        I João 1: 9;        Hebreus 11: 6;       Atos 4:22;          II Coríntios 5:7

http://www.encontrosecaminhos.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s