Tempo

Risquei o céu com minha língua
Pisei o Scorpions com bota de salto alto
Minha mão direita acena não para a esquerda
Meus olhos vasculham o corpo
Atirei uma pedra pro ar e não sei onde caiu
Vaguei por pensamentos ermos que
Onde se esconderam não sei
Só sei que aqui estou respirando e rabiscando
Respirando a saudade pela que do meu lado está
Rabiscando linhas sem nexo para o tempo passar
E o tempo escorre pelo ralo e me leva
Me leva a lembrar
Que daqui a pouco, bem pouco
Não terei mais tempo pra rabiscar
Então fico aqui entre pontos de exclamação,
Interrogações
E ponto final.

Lucas Bóris

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s