Percurso de um Corpo

Por entre palavras e o Verbo
O corpo se encontra
Por entre subjetividades
O corpo se expõe
Por entre a Psico e a Teo
Um corpo vagueia
Um corpo nu, vivo e falante
Um corpo presente de alma pensante
e Espírito vivificante
Um corpo somente
tão somente um corpo
Corpo vibrante, cantante,
viajante
Corpo que marca, se impõe
e compõe
Respirante, dinâmico e envolvente
Vaso rico em flores, cálice de água fresca,
transbordante
Um corpo que rima com o transcendente
e com a lógica do ilógico
Um corpo para um percurso
Um percurso para um corpo
Corpo de muitas cabeças e um pensar,
Por isso  diferente, contundente, especial
Corpo de muitos olhos, olhares fortes
e uma visão
Corpo com  muitas bocas de belos lábios
Que destilam mel e uma só palavra
Belo corpo, de belas curvas e andar esguio
lá vai ele sabendo por onde ir
Ouvindo, aprendendo, ensinando,
vivendo seu papel
Um ser, um existir de quem sabe quem é
e o que quer
Corpo que no seu percurso,
Faz amor por telepatia,
No chão, no mar, na lua,
Na divina melodia
Amor, divino, Amor
Lá vai ele no seu percurso
Sem se envergonhar  do que crê
Se movendo por fé e em gratidão
Vivendo a eternidade no presente,
Trazendo o invisível à realidade
Um corpo que no seu percurso
Escreve um poema de amor
Corpo, simplesmente um Corpo…

Lucas Bóris

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s